momentos que são para sempre

Sobre nós

    Em1960, Maria Júlia Braz Alves e Severino Gonçalves fundaram, em Vila Verde, a Casa das Noivas e a Foto Felicidade. Em conjunto, com alguns vestidos numa motorizada, percorriam as festas do Minho fotografando e vestindo anjinhos. Filha de um armador e costureira de ofício, Maria Júlia Braz Alves recorria à “casa” de Amarina Augusta da Silva Castilho, na Rua D. Gonçalo Pereira, em Braga, quando não tinha roupas suficientes para as encomendas que recebia. É entre a história destas duas mulheres que a história de Felicidade Noivas se cruza com a História de Braga e do Minho. A partir daqui, Maria Júlia consolidou a sua posição no mercado especializado em indumentária para procissões afirmando Felicidade Noivas como a maior casa desta especialidade. Por este caminho, Maria Júlia Braz Alves costurava vestidos para os casamentos das funcionárias, amigas, conhecidas e clientes. A loja em Vila Verde, plantada no pulmão da localidade, afirmou-se como a casa de milhares de noivas do Minho; em simultâneo, Severino Gonçalves afirmou a Foto Felicidade como um dos mais relevantes estúdios de fotografia da região. Este percurso foi continuado pelas novas gerações, especialmente pelos seus filhos, Lurdes, Armanda e Luís Gonçalves.

    Em 2018, são os filhos e os netos que celebram, em conjunto com avô, o regresso da felicidade a Braga. Este é uma história de, pelo menos, cinco gerações. O passado é uma referência de confiança numa empresa familiar projetada para o futuro.

  • Facebook
  • Instagram